Artigo 3 – O Cigarro Electrónico ajuda a deixar de fumar

loading...

A pedido do deixar de fumar, a SMUKY aceitou realizar 6 artigos sobre o Cigarro Electrónico, onde esperamos obter um ponto de vista diferente sobre este produto que tem tanto de inovador como de controverso. Não perca!

Artigo 1 – O que é o Cigarro Electrónico?
Artigo 2 – O que distingue o Cigarro Electrónico SMUKY dos mais baratos?
Artigo 3 – O Cigarro Electrónico ajuda a deixar de fumar?
Artigo 4 – O Cigarro Electrónico é mais saudável?
Artigo 5 – Quanto se poupa com o Cigarro Electrónico?
Artigo 6 – É possível usar o Cigarro Electrónico em locais de não fumadores?

O Cigarro Electrónico ajuda a deixar de fumar?

Este é um tema muito debatido à volta do Cigarro Electrónico, muitas vezes mal interpretado por algumas entidades.

Graças às campanhas de sensibilização, podemos assumir que todos os fumadores conhecem os malefícios do tabaco e suas consequências na qualidade de vida.

Este é um marco muito importante no combate ao tabagismo, no entanto apenas uma pequeníssima percentagem de fumadores consegue deixar de fumar, sendo que a grande parte manterá este hábito durante toda a sua vida.

Até ao momento, as campanhas de combate ao tabagismo mantém uma postura passiva, esperando que parta do fumador a decisão de procurar ajuda para deixar de fumar. Quem já não pretende deixar de fumar, quem não conseguiu ou mesmo quem desistiu não lhe resta outra opção que não continuar a fumar o fatídico tabaco.

É para estes fumadores, que conhecem os malefícios do tabaco e assumem os riscos associados, que existe o Cigarro Electrónico. O Cigarro Electrónico vem defender que “Não os podes vencer, junta-te a eles”.

As grandes vantagens na troca do cigarro convencional pelo Cigarro Electrónico são:

  • O fumador passa a inalar apenas a Nicotina, sem Monóxido de Carbono nem Alcatrão, substâncias estas responsáveis pela morte prematura dos fumadores
  • Não contendo estas substâncias, nem sendo um produto do tabaco, pode ser usado em qualquer lugar onde o cigarro convencional foi proibido, sem qualquer malefício para as pessoas ao redor
  • Por não estar sujeito aos imposto especial de consumo, torna-se uma alternativa muito mais económica ao cigarro convencional, podendo a poupança chegar aos 80%.

É importante referir que não é a Nicotina a grande responsável pela morte prematura dos fumadores, mas sim o Monóxido de Carbono e Alcatrão. Acontece que actualmente, o meio mais comum para obter essa nicotina é através do cigarro convencional. No processo, o fumador acaba por inalar inadvertidamente várias substâncias, essas sim responsáveis pelo grande flagelo que é o tabagismo.

Como a Nicotina cria dependência ao utilizador, este continuará a ter vontade de fumar. Por este motivo, é comum que a Nicotina seja incorrectamente conhecida como a responsável pela morte dos fumadores. Por si só, ser dependente de uma substância não tem qualquer malefício à saúde. É importante sim que para obter essa substância sejam utilizados meios limpos, tal como o Cigarro Electrónico ou Pensos, no caso da Nicotina.

Esta mudança de paradigma ainda cria muita confusão a algumas entidades que se habituaram há muitos anos a incriminar a nicotina e o acto de fumar, descurando o real problema, que é a inalação do Monóxido de Carbono e Alcatrão.

Seria como, no caso da pesca do Caranguejo Real que é considerada uma das profissões mais mortal da actualidade, culpabilizar o caranguejo por essas mortes. Não é o caranguejo nem a procura pelo mesmo que é mortal, mas sim os meios e condições em que o mesmo é procurado/pescado. Se este caranguejo for possível de produzir em cativeiro, sem as intempéries do oceano e necessidade de embarcações, com certeza que a sua pesca deixaria de ser mortal.

Resumindo, o Cigarro Electrónico veio mudar completamente o modo como olhamos o acto de fumar. Para falarmos em “deixar de fumar”, é necessário que se esclareça que usar o cigarro electrónico não é fumar, mas sim vaporizar.

Não conseguimos garantir que um utilizador do cigarro electrónico não continue ou volte a usar os convencionais, mas uma coisa temos a certeza: por cada vez que um fumador escolhe o Cigarro Electrónico em troca do convencional para obter a nicotina, já está a mudar a sua vida de fumador, e é isso que os fumadores que gostam e não querem deixar de fumar procuram há muitos anos!

Para mais informações, consulte www.smuky.pt.

A SMUKY surgiu em Maio de 2009 com o objectivo de revolucionar a vida de todos os Fumadores. Foi a primeira marca de Cigarros Electrónicos a ser registada em Portugal. No primeiro ano de actividade contava já com milhares de clientes satisfeitos, assumindo-se desde logo como uma referência nacional em cigarros electrónicos.

loading...