Cigarro Electrónico

O cigarro electrónico veio ajudar a combater um dos maiores e piores vícios da atualidade – o tabaco. Quase todos sabem os malefícios do tabaco, principalmente no que toca à maior probabilidade de contrair cancro. É um vício que tanto é prejudicial para a saúde como para a carteira.

E se lhe dissermos que temos para si uma opção mais saudável e que irá pesar menos no seu orçamento? Se já conhece o cigarro electrónico, então sabe do que estamos a falar. Se não, não se preocupe, vamos explicar tudo de seguida:

O que é o Cigarro Electrónico?

O cigarro electrónico, como o nome indica, trata-se de um pequeno aparelho eletrónico (muitos diriam gadget) feito à imagem de um cigarro. O cigarro eletrónico é realmente muito semelhante, mas as diferenças são enormes a nível do seu “interior”. O cigarro eletrónico é dividido em duas partes: a parte que normalmente é branca e a mais pequena castanha, sendo que a primeira é fixa e a segunda é descartável -substitui-se à medida que se fuma.

É essa “peça” que pode ser mudada que determina a quantidade de nicotina que pretende ingerir: desde nenhuma até uma quantidade elevada. Depende apenas do tipo de cartucho que compra. Um aspeto curioso é que cada cartucho é o equivalente a 8 ou 10 cigarros ditos “normais”.

Quanto há bateria do cigarro eletrónico, o funcionamento é muito engraçado. Terá uma caixa muito semelhante às atuais embalagens dos cigarros que poderá carregar através da corrente elétrica ou pelo seu computador (pois a ligação é feita por portas USB). Depois, irá efectuar o seu carregamento.

Cigarro Electrónico

Vantagens e desvantagens

Até agora, desconhecesse qualquer desvantagem de fumar o chamado cigarro eletrónico. Poderá continuar a ser viciante se não for reduzindo a quantidade de nicotina mas, tirando esse ponto, mas isso nem é uma desvantagem face ao cigarro normal (pois neste nem é possível determinar a quantidade de nicotina ingerida).

O ponto mais importante diz respeito ao facto de  não haver qualquer tipo de queima – apenas isto já faz o cigarro eletrónico ser mais saudável que os cigarros tradicionais. Produtos extremamente nocivos como o monóxido de carbono e o alcatrão deixam de ser ingeridos pelo fumador quando ele passa a apenas usar o cigarro eletrónico.

Além disso, o fumo visível quando alguém usa um cigarro eletrónico não é também nocivo. Deve-se a uma mecanismo e a uma substância que em nada prejudica o nosso organismo, o propileno glicol. Uma das primeiras diferenças que quem passa a usar o cigarro eletrónico nota é a redução na tosse provocada pelo fumo. Mas também é notória uma diminuição do cheiro a tabaco na própria pessoa (quer no hálito ou na roupa).

Por não produzir fumo de queima e, consequentemente, não prejudicar outros, o cigarro eletrónico pode ainda ser usado em locais fechados.

Mas há também vantagens para a sua carteira. Lembra-se que acima mencionamos que cada cartucho dava o equivalente a 8 ou 10 cigarros? Claro que depende do tempo que fica a fumar em cada “cigarro” mas será também muito menos dispendioso do que os cigarros normais cujo preço teima em subir! Para entender melhor, a despesa que tem com o tabaco poderá baixar para metade.

Por último temos talvez o ponto que a mais pessoas interessa: deixar de fumar. Apesar de o cigarro eletrónico não ter sido feito com este propósito, a percentagem de pessoas que consegue deixar de fumar após começar a usar é mais elevada do que através dos meios tradicionais.

http://www.youtube.com/watch?v=wm3O4KRLTWY

Pode mesmo o cigarro eletrónico ajudar-me a deixar de fumar?

Apesar de não ser um método apoiado por médicos, a utilização tem ajudado muitas pessoas a diminuírem o impacto que o hábito de fumar tem nas suas vidas e ainda deixar totalmente de fumar qualquer tipo de cigarro.

Um dos aspetos que fornece ao uso do cigarro eletrónico uma vantagem é o facto de se manterem os hábitos de fumador. Apenas o gesto de levar o cigarro à boca é um vício. Fumadores que tentam controlar as dosagens de nicotina com adesivos sentem bastante falta dos hábitos que tinham como fumadores.

Um dos obstáculos mais difícil de ultrapassar para estas pessoas é quando estão num grupo de fumadores. Com o cigarro electrónico poderá na mesma acompanhar os outros sem ser tão prejudicado pelo fumo.

Depois, à medida que continua a utilizar o cigarro eletrónico poderá diminuir a quantidade de nicotina ingerida até a deixar totalmente. É um processo progressivo e que não deve ser feito de outro modo. Depois poderá ainda mudar os “sabores” dos cartuchos; não tem só a opção do aroma normal.

Conclusão

Apesar de não ter ainda muitos adeptos em Portugal, o cigarro electrónico apresenta muitas vantagens face ao cigarro tradicional. Esta é uma boa alternativa quer precise uma ajuda para deixar de fumar, para reduzir os impactos do tabaco na saúde ou para, simplesmente, reduzir os custos.